FamososRedes Sociais

RFM anuncia novos locutores para substituir Nilton

Nesta quinta-feira, dia 21 de Novembro, Nilton revelou a sua saída do ‘Café da Manhã’ da RFM. Entretanto, a rádio já conta com mais nomes para se juntarem à rubrica da manhã com Pedro Fernandes e Mariana Alvim.

“A partir de Janeiro chegará a hora de fazer uma pausa no Café da Manhã da RFM – até porque não sabia que a conta do telefone ia já tão alta – e dormir um nadinha mais de manhã (com 2 filhos não será muito mais), mas o suficiente para não me babar ao longo do dia, e dedicar-me a coisas para as quais não tenho tido tempo e que continuo a adiar, como por exemplo montar um novo programa de televisão”, começou por escreveu na legenda de um vídeo partilhado no Instagram.

O mesmo ainda acabou por agradecer aos colegas e às pessoas que o ouviam. A estação da rádio enviou à imprensa um comunicado a informar que a decisão foi conjunta, entre Nilton e a RFM. Quem irá substituir o lugar de Nilton será Salvador Martinha e Luís Franco-Bastos. E irão começar já no inicio do ano, 6 de Janeiro de 2020.

“Estamos a preparar já o arranque de 2020. Queremos marcar o novo ano com o ritmo forte e a energia que só o Café da Manhã da RFM tem”, afirmou o diretor da RFM, António Mendes.

Confira a publicação de Nilton:

View this post on Instagram

Há 8 anos que acordo às 5 da manhã, independentemente das horas a que me deite. Há 8 anos que escrevo, gravo, filmo, edito textos e rubricas, telefonemas, vídeos e tento não aparecer na lista de devedores do fisco nem ser notícia de abertura de um jornal da CMTV. (isto sem contar com as manhãs da Kiss Fm ou da Comercial onde estive de 2003 a 2007). Por tudo isso e muito mais, a partir de Janeiro chegará a hora de fazer uma pausa no Café da Manhã da RFM – até porque não sabia que a conta do telefone ia já tão alta – e dormir um nadinha mais de manhã (com 2 filhos não será muito mais), mas o suficiente para não me babar ao longo do dia, e dedicar-me a coisas para as quais não tenho tido tempo e que continuo a adiar, como por exemplo montar um novo programa de televisão. Fiz muitos amigos que levo para a vida. Tive colegas fantásticos e muitas equipas que me ajudaram a chegar aqui, porque ninguém constrói nada sozinho. Obrigado a todos eles e à RFM por esta oportunidade e pelo desafio para continuar a fazer rádio quando quiser. Ao Humberto Leitão, meu alentejano incansável, talentoso, super trabalhador, companheiro de escrita e prova viva da promessa que fiz a mim próprio quando não conseguia entrar neste meio e jurei que quando precisasse de um guionista iria buscar alguém fora do lobby e fora de Lisboa. (O outro foi o Ruben Gomes da Marinha Grande que esteve comigo os 7 anos do 5PMN). Obrigado ao Duarte Pita Negrão, pela pessoa bem formada que é, pelo talento e eterna amizade, com quem escrevi tantos anos de Pastilhas para a Tosse e com quem ri, e rio muito. E um especial abraço ao irmão @omartim por ter feito todos os jingles das muitas rubricas. (São muitos mais, mas refiro estes 3 porque há anos que diariamente escrevem comigo de forma incansável e porque não tenho os números deles para lhes dizer isto na cara). E claro, obrigado a quem esteve desse lado a ouvir, a partilhar, comentar e dar força. Os ouvintes são quem dá magia à rádio. Sem vocês nada faria sentido. Este “até breve” é apenas radiofónico. Os espetáculos e tudo o resto segue como habitualmente e apenas por duas razões. Eu não sei estar quieto e o Ministro das Finanças também não deixaria.

A post shared by Nilton (@niltonoproprio) on

Gostou do Artigo ?

Deixe o seu comentário: