Mundo

Líder de seita satânica abusa de menores e obriga-os a comer “carne humana”

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias ao Minuto

Matteo Valdambrin, é o líder de uma seita satânica que acabou deito após convencer vários elementos a praticar actos de cariz sexual com ele, escravidão e até pornografia infantil.

Ao que parece, o jovem de 23 anos dizia ser como “O Diabo”, metendo algum receio aos membros, obrigado-os a fazer coisas contra a própria vontade, e a maior parte dos acontecimentos passavam-se numa floresta.

O jovem foi detido na casa onde resido com os pais pelas autoridades de Florença e, ao que parece, é acusado de ter abusado 13 jovens e dois deles menores de idade.

Segundo as autoridades, o líder da seita dizia ter poderes sobrenaturais e convencia os jovens a se juntarem a ele ameaçando-os de morte.

Ao que parece, o jovem também agredia os membros com violência, obrigava-os a inalar fumo de cristais queimados e os jovens ingeriam substâncias que se trataria de sangue humano.

No ano novo de 2018, as vítimas foram orientadas a comer “carne humana”, que alegou ter comprado a um homem que vendia corpos em Florença. Ainda não se sabe se se trata de carne humana.

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias ao Minuto