Famosos

Avançou processo de investigação à morte de Maradona

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias ao Minuto

A justiça argentina acaba de abrir um processo de investigação à morte de Diego Armando MARADONA.

Segundo disse fonte judicial à AFP, pelo menos por enquanto, exclui-se a possibilidade de “suspeitas de irregularidade” e o inquérito apenas foi levantado por se tratar de uma situação onde não foi assinada certidão de óbito:

Foi aberta uma investigação porque se trata de uma pessoa que morreu em casa e não foi assinada a certidão de óbito. Isto não significa que existam suspeitas de irregularidades”.

O amigo e advogado de Maradona foi muito crítico com as pessoas que acompanhavam D10S, e também com a demora da ambulância, e prometeu levar o caso até às últimas consequências.

É inexplicável que durante 12 horas o meu amigo [Maradona] não tenha tido a atenção médica que devia, em função do seu estado de saúde. A ambulância demorou mais de meia hora a chegar, o que é uma idiotice criminosa”.

Embora nenhum familiar de Diego Maradona tenha feita uma queixa formal, um elemento da família do astro argentino falou à imprensa, pedindo explicações para o sucedido:

“É preciso determinar se fizeram o que deviam ou não. A enfermeira [que assistia Maradona em casa] fez uma declaração ao procurador no dia em que Diego morreu e depois mudou-a, para, finalmente, ir à televisão afirmar que o que declarou lhe tinha sido imposto. Portanto, existem aqui contradições”.

Matias Morla, o advogado de Maradona, fala em negligência e vai levar o caso até ficar tudo esclarecido.

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias ao Minuto

Deixe o seu comentário: