Famosos

Após quase mostrar demais em biquíni, Joana Amaral Dias responde às criticas

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias ao Minuto

Após partilhar, no seu Instagram oficial, inúmeras vezes fotografias em biquíni, onde quase mostra demais, Joana Amaral Dias resolveu responder aos críticos das suas redes sociais.

Numa publicação, onde posa em biquíni, a psicóloga começa por escrever: “Abunda por aí malta que não se impressiona de ver Marcelo em tronco nu ou Costa em calção à beira mar mas acha chocante, em pleno seculo XXI, ver uma mulher de fato de banho. Enfim, todo um lodaçal de preconceito e tentativas de adestramento”.

“Mas entre esses, confesso que os meus prediletos são os que criticam os meus bikinis porque se vêm as minhas cicatrizes pélvicas. Pois é, é que se notam mesmo as costuras das cesarianas que fui obrigada a fazer para colocar os meus filhos no mundo. E até se notam os furos da laparoscopia a que fui sujeita por causa de uma gravidez ectópica que quase me tirou a vida e me deixou internada durante semanas. Queriam que eu escondesse a minha história e a minha identidade? Que me envergonhasse dessas lutas? Que andasse mais tapadinha? Calada e quietinhatambémNão faltava mais nada. Exacto. De uma maneira, de outra e mais daquela, o corpo da mulher é um campo de batalha. Marcas e sulcos. E com muito orgulho. Tenham um excelente Domingo”, rematou.

Ora veja:

View this post on Instagram

Abunda por aí malta que não se impressiona de ver Marcelo em tronco nu ou Costa em calção à beira mar mas acha chocante, em pleno seculo XXI, ver uma mulher de fato de banho. Enfim, todo um lodaçal de preconceito e tentativas de adestramento. Mas entre esses, confesso que os meus prediletos são os que criticam os meus bikinis porque se vêm as minhas cicatrizes pélvicas. Pois é, é que se notam mesmo as costuras das cesarianas que fui obrigada a fazer para colocar os meus filhos no mundo. E até se notam os furos da laparoscopia a que fui sujeita por causa de uma gravidez ectópica que quase me tirou a vida e me deixou internada durante semanas. Queriam que eu escondesse a minha história e a minha identidade? Que me envergonhasse dessas lutas? Que andasse mais tapadinha? Calada e quietinha, também? Não faltava mais nada. Exacto. De uma maneira, de outra e mais daquela, o corpo da mulher é um campo de batalha. Marcas e sulcos. E com muito orgulho 💪🏻💪🏻💪🏻 Tenham um excelente Domingo! ☀️💋

A post shared by joana amaral dias (@joanaamaraldiasoficial) on

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias ao Minuto

Deixe o seu comentário: