DesportoFutebolPortugalSporting

“Ao fim de um mês disse ao presidente que queria ir embora do Sporting”

O ex-treinador do clube leonino, Jorge Jesus esteve à conversa para a Sport TV, onde falou sobre vários temas, onde revelou algumas das suas aventuras no Sporting.

Jorge Jesus revelou que os primeiros meses no clube verde e branco foram bastante complicados, dadas as dificuldades financeiras pelo qual o clube passava.

“Nunca pensei treinar o Sporting. Sabia que o clube não tinha condições para me pagar o que eu ganhava. Mas quando lá cheguei, ao fim de um mês, disse ao presidente que me queria ir embora. Eram muitas restrições. Lembro-me quando quis contratar o Teo Gutiérrez, ele disse-me que era muito difícil. Mas o presidente falava comigo e contava-me tudo. Naquela altura o Sporting nem tinha patrocinador e era uma dificuldade enorme”, começou por contar

“‘Então mas por que é que me contrataste?’, perguntei. ‘Era para tu fazeres exatamente aquilo que fizeste no Benfica. Vender jogadores, criar capacidade financeira…’ O primeiro jogador que ele contratou foi o Teo e custou 3,5 milhões de euros. Hoje o Sporting já contrata por 10 milhões. Quando eu cheguei ao Sporting, os salários dos jogadores eram metade dos do Benfica. Quando eu saí já eram iguais. Meti lá o dinheiro? Não. Mas foram eles que comigo criaram riqueza”, revelou.

Gostou do Artigo ?

Deixe o seu comentário: